quinta-feira, março 15, 2007

Vem liberdade...

Debruçada sobre o parapeito, já desgastado pela chuva, deixou-se estar a receber o vento que trazia do Oriente um sabor a liberdade.
Naquele momento apercebeu-se que estava só. Vivia numa solidão. Nunca pensou que ia odiar tanto algo que outrora recebeu com tanto agrado. Sim... porque quando ela era jovem, ela gostava de ficar tantas vezes sozinha a pensar no mais íntimo da sua alma, da sua vida.
E hoje, naquele fim de tarde, tanta gente passou pela sua janela, e niguém lhe acenou. Estava realmente só e muito triste...
Decidiu, então, receber a liberdade para sempre. Deitou-se, reviu os momentos em que foi feliz, fechou os olhos e esperou que a liberdade invadisse o seu quarto...


P.S. Posteriormente porei a foto da pintura em que me inspirei...

4 comentários:

joaninha disse...

lindo! :) é facil por alguem a chorar assim!

*beijinho*

the_thing disse...

mt bom post, xim! os meus parabéns, tens jeito para a coisa..lol...


continua axim, pk já estamos habituados :D :D :D :D

Pickina disse...

Tá linduuuuuuuuuu!!!!!!!!
Parabéns, tens bué jeito para xtu!!!
bji

goreti disse...

epah brutal!!! pontuh va...BRUTALISSIMO axeriu kat ta fantaxtiku 5*!!