quinta-feira, maio 17, 2007

Pensa


Critica-se destrutivamente tudo e todos. Erra-se! Agimos mal! Não temos o direito de julgar ninguém! Se alguém errou que lhe sirva de correcção para atitudes futuras... Ao invés de "mal tratar" os outros com frases desagradáveis repletas de sarcasmo, não deviamos dar uma mão a estes "desprotegidos" da sociedade? Não deviamos mostrar um pouco mais de compaixão e de civismo? Creio que sim... Já pensaste como tu te irias sentir ao ouvir as barbaridades que dizes?

Felizmente "Vozes de Burro não chegam ao céu!"




P.S.
* Sei que é impossível mudar as mentes, mas este texto serve apenas para relembrar que é necessário pensar antes de dizer certas coisas!

*Hoje apetecia-me estar no Universo a ouvir aquela música e dançar...

14 comentários:

joaninha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joaninha disse...

pois... mas a mania de criticar os outros esta tao enraizada nessa pessoa que se torna dificil para ela mudar nao e? :S infelizmente...

*beijinhos*

Drews disse...

Deixe um alô no meu também!

Acredite!
Você precisa ter sonhos,
para que possa se levantar, todas as vezes que cair.

Acreditar que a toda hora,
acontecerá coisas boas e mudar o rumo da sua vida.

Você precisa ter sonhos grandes e pequenos,
os pequenos, são as felicidades mais rápidas, os grandes, lhe darão força
para suportar o fracasso dos sonhos pequenos.

Você tem que regar os teus sonhos todos os dias, assim como se rega uma planta para que cresça...

Você precisa dizer sempre a você mesmo:
-Vou conseguir! -vou superar! -vou chegar no meu sonho!

Fazendo isso, você estará cultivando sua luz, a luz de sempre ter esperanças,
que nunca poderá se apagar,
pois ela é a imagem que você pode passar
para as outras pessoas,
e através dessa luz que todos vão lhe admirar, acreditar em você e te seguir.

Mire na Lua, pois se você não puder atingi-la,
com certeza irá conhecer grandes estrelas...
ou quem sabe, poder ser uma delas!

pulguita=) disse...

ya isso eh bem verdade as pessoas so sabem criticar destrutivamente,nc tendo a coragem de sussurrar um pekeno elogio a alguem k mereça!apenas kriticam kd erram...sem nc ajudr ultrapassr a dificuldade!
bj bom post*

CVJ disse...

Se calhar podemos fazer algo para mudar mentalidades:
Um gesto pelo Darfur? Não custa nada!
Vá ao jovensemissao.blospot.com e confira no post sair do silêncio.
Informe, divulgue e sensibilize sff.
Não custa nada e pode fazer bem a muitos.
Abraço
leonel

Drews disse...

Amor entre as "Metades de uma Alma"



...Se o desejo de ser amado for mais forte
e você se prender a alguém com insistência,
ele se aborrecerá
e acabará se afastando de você.
O primeiro estágio do amor é a simpatia.
A simpatia aumenta e se torna apego,
e nesse estágio há sofrimentos e alegrias.
A alegria proveniente do amor-apego
vem sempre acompanhada de angústias e sofrimentos.
A alegria absoluta, que não vem acompanhada
de sofrimentos nem de angústias,
só será obtida quando o seu amor evoluir mais.
Só será obtida quando você abandonar o apego
e deixar o outro totalmente livre.
Quando você soltar o outro,
ele voltará a você espontaneamente,
com amor sincero,
porque ele, originalmente,
é a outra metade da sua alma.

Drews disse...

Adorei a mensagem que deixou pra mim, fico muito grato por isso, olha coloquei o seu link no minha pagina, se puder cria um pra mim também abraço e sucesso sempre, boa semana para você.

Drews disse...

A Canoa
Em um largo rio, de difícil travessia, havia um barqueiro que atravessava as pessoas de um lado para outro.

Em uma das viagens, iam um advogado e uma professora.

Como quem gosta de falar muito, o advogado pergunta ao barqueiro:

Companheiro, você entende de leis?

Não – Responde o barqueiro.

E o advogado compadecido:

É pena, você perdeu metade da vida!

A professora muito social entra na conversa:

Seu barqueiro sabe ler e escrever?

Também não – Responde o remador.

Que pena! – Condoi-se a mestra!

– Você perdeu metade da vida!

Nisso chega uma onda bastante forte e vira o barco.

O canoeiro preocupado, pergunta:

Vocês sabem nadar?

Não! – Respondem eles rapidamente.

Então é uma pena – Concluiu o barqueiro

– Vocês perderam toda a sua vida!”


"Não há saber mais ou saber menos: Há saberes diferentes Pense nisso e valorize todas as pessoas com as quais tenha contato.
Cada uma delas tem algo diferente para nos ensinar

Drews disse...

"As nuvens mudam sempre de posição, mas são sempre nuvens no céu. Assim devemos ser todo dia, mutantes, porém, leais com o que pensamos e sonhamos; lembre-se, tudo se desmancha no ar, menos os pensamentos."

pulguita=) disse...

ya tu es um moka...po ixu riu imenso pk tu m faxes rir,i m kontrarias c akilu keu keruh ouvr=) lutar n eh kmg pah=(talvx um dia pexeba k devia ter lutado,max knxidero o (ate ele provar u kontrario)uma koixa perdida!ya fui mxm bue feliz c ele...mas u meu basta n era bm basta era mais espera um kadu,mas pah dixe lh k n dava,agr arrependume!!pah enfim...tlvx a noite magika xegue=) ou entao n!!=(
tlvx uma reformaxitah a mnh mentalidd segue...ms c outra pessoa,c ele nepia!!=)
beijao bgd plo komente...mnha seguidora fiel=)
bj
pulguita*GXTI

Isabel disse...

Alguém me dizia um dia: "... falem mal ou falem bem o que é preciso é que falem, é sinal que ainda se lembram de mim..."; eu ri-me. Mas, dou por mim a pensar que é verdade; pois, hoje, muitas das pessoas pouco pensam no que dizem, falam porque sim, falam porque não!!

Bjt

Drews disse...

O PODER DO ENTUSIASMO

Entusiamo é acreditar na nossa capacidade de fazer as coisas acontecerem, de darem certo, de transformar a natureza e as pessoas.
Não esperem ter as condições ideais para se entusiasmarem. Nós é que temos que transformar a nossa vida, numa vida entusiástica.
Não é a realidade da vida que tem que nos entusiasmar, nós é que temos que entusiasmar a realidade de nossa vida!
Nós é que temos que entusiasmar nossas idéias. Uma idéia sem entusiasmo é uma idéia morta!

Thiago disse...

Temos uma tendência real e humana de criticar àquilo que não faz parte do nosso núcleo, do que julgamos normal, do que não está conforme nossos valores e não se insere no nosso grupo. Temos uma tendência realmente grande de não admitir quando qualquer produção (jornalística ou não) está boa, principalmente quando o autor ou as suas idéias não nos agradam de forma pessoal. Na verdade, mesmo quando algo está realmente bem feito, se não foi feito por alguém que queremos bem, ou que no mínimo tenhamos um certo apreço, de nada adianta. Nós e aquela mania de misturar alhos com bugalhos. Admitir o sucesso do outro que nos provoca rancor, ódio, asco e até indifereneça é muito pior do que admitirmos que em certas horas somos invejosos. E só. Pra concluir e ser bem sincera, somos todos uns partidários, amantes daquilo que é sempre igual ao que vemos como verdade. Consumimos com outros olhos matérias, fotos, textos e até trabalhos de amigos queridos, gostamos de gostar do que não nos ofende.Pena que a gente nem sempre convive no mundo só com os amigos. Eu, sempre aprendendo a dar o braço a torcer.

the_thing disse...

....infelizmente n é possível mudar o mundo :( :( :(


bom post