terça-feira, setembro 05, 2006

Deixa a porta aberta...


Uma troca de olhares foi o que bastou para se aproximarem. Sentaram-se no sofá. Começaram por conversar. Temas como a literatura, a pintura, a música prolongaram o diálogo... Abstrairam-se dos outros convidados e, aos poucos, as palavras ficaram perdidas! Agora só os olhos timídos de ambos transmitiam os sentimentos. O perfume das velas, as cores vivas das paredes da sala, a música ambiente, tornou aquele encontro (quase imprevisto) num momento mágico...

Um ano depois, a mesma festa, a mesma sala, a mesma música, os mesmos convidados... Mas ele já não estava lá... Ela deixou-o fugir e esqueceu-se de deixar a porta aberta para ele voltar!


P.S. Quando ele voltar deixa-o entrar, ok??

6 comentários:

KasaK disse...

Mtas vexes é preciso até menos do k um olhar para aproximar duas pessoas... O ambiente torna-se irrelevante, enkuanto k a mera presença um do outro é tudo o k importa... Momentos mágicos não duram, esses preduram, para sempre como tal, nas noxas memórias. E akele\a k falta, será para sempre um vazio impreenchível...
Ele nunca voltará, pk ele nunca s foi embora... só não lhe feches a porta na cara, ok??

Xin disse...

Bem... Tudo na vida é assim. Já não me lembro quem costumava dizer "This shall pass." Ora isto valia tanto para bons como maus momentos.

Guardemos as boas memórias e aprendamos com as más. =)

Rita disse...

ktas vezes num determinado local não temos coragem para meter conversa cm alguem k sentimos empatia? Kem sabe s não estamos a perder o amor das nossas vidas, a história das nosas vidas...Por isso nunca lhe feches a porta!sejamos capazes d enfrentar a timidez e a vergonha!

Bom texto, bjs(:

*junik* disse...

vou tentar abrir a porta ;)

a verdade é que se ele não voltou, ela tb não vai ter vontade de abrir... digo eu :x

*iluna* disse...

pega na porta e atira-a fora, assim ele tem td o espaço e tempo do mundo para voltar =)

the_thing disse...

...é complicado!!!

quando keremos mt uma coisa temos k a agarrar mt bem com as duas mãos para ela não nós escapar... mas à coisas k pura e simplesmente n conseguimos segurar...

é a vida......