sexta-feira, dezembro 22, 2006

O reencontro


Depois de 6 meses, ela voltou a reencontrá-lo. Estava diferente, mais bonito, mais alto, mais homem.

Sonhara tantas vezes com o reencontro. Planeara o momento, decorando até as falas que ia dizer. Pensara em tudo.
Ah! Como queria que ele lhe sossorasse ao ouvido, com o seu timbre de voz angelical, o quanto ela era linda. Como ansiava de novo ver os olhos dele fitarem os dela.
Mas ela sabia que isso nunca iria acontecer, porque ela não queria. Não queria mais olhar dentro dos olhos dele, e ler a sua personalidade. Não estava disposta a isso. Já tinha aprendido a lição, e por mais que gostasse dele, não iria repetir o mesmo erro duas vezes.

E assim foi.
O reencontro foi infeliz. Ela viu-o, baixou a cara e continuou o caminho. Ele reconheceu-a, mas sentiu que não valia a pena dizer um "Olá". Num segundo as vidas destes dois seres voltaram a cruzar-se. Seria um sinal?

A verdade é que continuaram duas direcções diferentes até ao reencontro final. E quando seria esse reencontro? Nesta vida ou noutra? Será que este amor iria renascer mais uma vez num outro século? Só o salgueiro poderia responder...


P.S. Não é autobiográfico!! Tá demasiado lamechas, mas deu-me pa escrever isto...
*Leiam "As 4 vidas do salgueiro" e depois entenderão a parte final do texto=)

6 comentários:

Anónimo disse...

Ehe... Giro, mas na vida real, na maior parte das vezes, não há reencontros... E, mais uma vez, na maior parte das vezes, também não são de grande valor.

O que lá vai, lá VAI. Aprendes sempre coisas com diferentes pessoas, e há que aproveitar isso. Prendermo-nos a alguém e esperar por algo que deixou de existir é uma ilusão Hollywoodesca.

Só há um caminho que vale a pena, e da última vez que vi, seguia em frente. :)

Detesto fazer comentários ranhosos. xD

*junik* disse...

Os reencontros existem por alguma razão.
Não que acredite no destino, mas sim, porque os reencontros fazem-nos ver que existe mais alguém na nossa vida, mais alguém que não nos lembrávamos.
Reflectimos e percebemos que, afinal, não estamos assim tão sós como pensávamos.

the_thung_pt disse...

:(
:(
:(
:(

the_thing disse...

:(
:(
:(
:(

KasaK disse...

O reencontro é garantido, a nossa posição é que nos cabe decidir...
Segundas opurtunidades não devem ser desperdiçadas, mas podem ser recusadas...
Texto muito fixe ;)

*iluna* disse...

ah... ganda livro.. =) e pk, pk?
xD textinho lamechas mx giro... =)