quarta-feira, novembro 21, 2007

Parece


Parece que é indiferente,
Parece que não nota que sente.

Parece que é distante,
Parece que não nota que cante.

Parece que é inexistente,
Parece que não nota que sente.


Tudo é feito de pareceres. Avaliamos tudo e todos, muitas vezes, de forma desacertada. Erramos. Erro.
Desculpa-me. Não sou perfeita. Sinto e vejo diferente.

3 comentários:

Anónimo disse...

engracei com o teu post!
nao me foi indiferente!
nem tao pouco intolerante!
sao coisas que tenho em mente!

nao faco sempre o que quero!
faco o que posso!
e o que posso passa!
pelo passo da dificuldade!

palavras tenho poucas ou nenhumas!
duras parvas ate escuras!
tudo fca mais dificil!
mas engracei com o teu post!
com elas levanto mil sorrisos!
nao e facil fazer sorrir!
facil e fazer dificil!
dificil e fazer o facil!
tu fizeste-me sorrir!
engracei com o teu post!

Catita disse...

Anónimo:

Engracei com o teu comentário, ainda bem que te fiz sorrir :)

Mesmo desconhecendo a identidade, obrigada pelo poema =)

Marco Martins disse...

Passei para ler mais alguns dos teus posts :) tudo o que nos parece é indiferente, e é tão verdade... que a mim não passou indiferente.. daí não resisti em dizê-lo!

Beijo*